www.ba001.com.br
Trabalhadora informal que atua na área do Terminal de coletivos de Ilhéus, afirma que com reforma do espaço, categoria está sendo expulsa do local, sem alternativas oferecidas por parte do poder público municipal
Em contato com a Redação do BA_001, uma ilheense, que trabalha como vendedora ambulante no Terminal de ônibus de Ilhéus, fez uma série de denúncias ante o desrespeito que está acontecendo com a categoria devido a reforma do local, o que ela classifica como uma “maquiagem mal feita”.
Segundo a trabalhadora, eles estão sendo ludibriados e gradativamente despejados dos seus locais de trabalho. Com isso, as muitas famílias que tiram seus sustentos das vendas no local, estão sem saber o que fazer.
Confira na íntegra o relato:
“A tão bela reforma do terminal urbano é uma piada. Até agora nada dos bancos e das placas. O que realmente foi feito foi uma maquiagem mal feita, além de retirar o pão da boca dos trabalhadores do local. Isso mesmo, no meio da semana passaram funcionários da prefeitura distribuindo notificações para que os ambulantes retirassem suas mercadorias do terminal. 
O engraçado é que nem coragem de dizer que estavam todos sendo despejados tiveram. Foi dito pelos próprios funcionários que os vendedores não deveriam trabalhar por três dias até o sábado dia 21, pois no dia haveria a inauguração da obra concluída, e que segunda todos poderiam retornar aos seus postos. 
O resultado é que no sábado o terminal continuou sujo, sem bancos  e com tudo igual. Está havendo fiscalização e os vendedores estão sendo impedidos de colocar suas mercadorias até fora da grade. O que será feito? Caso não tenham nem a honestidade de falar a verdade. Famílias são sustentadas trabalhando ali.
Num momento de desemprego e pandemia. Muita gente passou fome quando estava tudo fechado. E agora que finalmente o comércio está de volta. Irão passar fome novamente?”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.